União Zoófila e Associação Zoófila Portuguesa


TORNE-SE SÓCIO; ADOPTE OU APADRINHE UM ANIMAL; FAÇA VOLUNTARIADO!ESCOLHA...UM PEQUENO GESTO FAZ TODA A DIFERENÇA!

Vancouver Olympic Shame: Learn more. Por favor AJUDE a cessar este massacre infame! Please HELP stopping this nounsense slaughter! SIGN

http://www.kintera.org/c.nvI0IgN0JwE/b.2610611/k.CB6C/Save_the_Seals_Take_Action_to_End_the_Seal_Hunt/siteapps/advocacy/ActionItem.aspx

http://getactive.peta.org/campaign/seal_hunt_09?c=posecaal09&source=poshecal09

Ser Enfermeiro...

Friday, November 9, 2007

Nessun Dorma

Hoje trago um dos meus momentos musicais favoritos, Nessun Dorma (None Shall Sleep)! É uma ária do Acto final da ópera “Turandot”, da autoria de Giacomo Puccini, finalizada e estreada em Milão em 1926. Esta ária é cantada por Calaf, “Il principe ignoto” (O príncipe desconhecido), que desafiou a Princesa Turandot a adivinhar o seu nome até ao amanhecer. Se a Princesa fosse bem sucedida, poderia executar o príncipe. Se falhasse, teria de casar com Calaf. Turandot, pessoa cruel e fria, ordenou que nenhum dos seus súbditos dormiria naquela noite sem antes se descobrir o nome do príncipe e que se falhassem seriam mortos. Quando começa o acto final já é noite e Calaf encontra-se sozinho, ao luar, nos jardins do palácio. Ouve à distância os súbditos da Princesa a efectuarem as suas ordens. A ária inicia-se com uma proclamação do príncipe.
Deixo aqui a Nessun Dorma cantada por três grandes tenores da actualidade: José Carreras, Placido Domingos e Luciano Pavarotti (falecido recentemente). Esta actuação constituiu um momento importante pela actuação conjunta. E principalmente por ser também uma ária que gosto muito e é especial dedico-te a ti! Já vai tarde, mas acima de tudo um grande beijo de muita força para amanhã (hoje)!*




Príncipe:

Nessun dorma, nessun dorma!
Tu pure, o Principessa,
Nella tua fredda stanza,
Guardi le stelle
Che tremano d'amore
E di speranza!

No one sleeps, no one sleeps!
Even you, o Princess,
In your cold room,
Watch the stars,
That tremble with love
And with hope!

Ma il mio mistero è chiuso in me,
Il nome mio nessun saprà! No, no!
Sulla tua bocca lo dirò
Quando la luce splenderà!
Ed il mio bacio scioglierà il silenzio
Che ti fa mia.

But my secret is hidden within me;
My name no one shall know! no, no!
On your mouth I will say it
When the light shines!
And my kiss will dissolve the silence
That makes you mine.


Refrão (súbditos da princesa Turandot):

Il nome suo nessun saprà...
E noi dovrem, ahimè, morir,morir!

No one will know his name...
And we must, alas, die, die!


Príncipe:

Dilegua, o notte!
Tramontate stelle!Tramontate stelle!
All'alba vincerò!
Vincerò!Vincerò!

Vanish, o night!
Set stars!Set stars!
At daybreak, I shall win!
Win!Win!

1 comment:

Tevez said...

valeu bem a pena estar em casa e sentir essa musica.. q momento man! R.I.P pavarotti! a musica classica está realmente mais pobre..
e q sorte tem essa rapariga a q dedicas o comment
sois grande, realmente grande!

grande abrç